Entre em contato:

What'sApp: (21) 979640613
E-mail: atendimento@shopmedical.com.br
Visite nossa loja: www.shopmedical.com.br

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Médicos fazem cirurgia de coração sem cortes e com o auxílio de robô


Coração é acessado com apenas quatro furos pequenos no tórax. 
Procedimento, feito no Hospital Albert Einstein, é inédito na América Latina.


Os médicos do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, realizaram uma cirurgia de coração inédita na América Latina. Eles usaram um robô para fazer uma ponte de safena - sem abrir o peito do paciente.
O vigilante Alvacir Silveira tinha uma obstrução em uma das artérias coronárias e o sangue chegava com dificuldade ao coração. Por isso, precisou fazer uma ponte de safena. No caso de Silveira, os médicos retiraram uma artéria que fica atrás da mama e colocaram no coração. A grande diferença foi o modo de realização do procedimento.
Em uma cirurgia convencional, é preciso abrir o peito do paciente com um corte de cerca de 25 centímetros, serrar o osso do peito e abrir a membrana que envolve o coração. Na cirurgia robótica, o médico consegue acessar o coração sem abrir o peito do paciente, fazendo apenas quatro furos pequenos no tórax.
O médico fica sentado em um console, a um metro do paciente, de onde comanda com as mãos e com os pés os movimentos do robô. Um dos braços mecânicos segura uma microcâmera que é inserida no tórax e capta imagens em alta definição. Nos outros braços ficam os instrumentos.
Com o robô, o médico faz movimentos extremamente delicados e exatos, já que a mão robótica não treme. Com a técnica menos agressiva, o tempo de recuperação do paciente cai de 60 para apenas 10 dias.
“Ele já volta às atividades normais como dirigir e carregar peso. Você não tem a abertura do peito e essa é a grande vantagem da cirurgia. Você tem um paciente que evolui de uma forma muito mais positiva”, explica o cirurgião cardíaco Robinson Poff.