Entre em contato:

What'sApp: (21) 979640613
E-mail: atendimento@shopmedical.com.br
Visite nossa loja: www.shopmedical.com.br

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Bebês prematuros têm mais risco de desenvolver asma, diz estudo

Bebês que nascem prematuros têm três vezes mais chances de desenvolver asma na infância, de acordo com estudo publicado no jornal Public Library of Science Medicine. A asma já é uma doença crônica comum entre as crianças, afetando cerca de 8% das que nasceram após nove meses de gestação. Nos bebês prematuros em até três semanas, no entanto, essa taxa sobe para 14%. Já a probabilidade entre os que nasceram com mais de três semanas de antecedência é de 50%. As informações são do Daily Mail.
Com um número crescente de bebês prematuros, a asma na infância está prestes a se tornar um problema de saúde significativo. Estima-se que 11% das crianças nascem antes do tempo e bebês nascidos mais de dois meses antes de completar o tempo adequado de gestação apresentaram três vezes mais riscos de desenvolver a doença. Segundo o líder do estudo, o professor da Universidade de Edimburgo, Jasper Been, os médicos e os pais precisam estar cientes dos riscos de asma em bebês prematuros para que o diagnóstico seja precoce e possibilite a intervenção.
"Ao mudar a nossa maneira de monitorar e tratar crianças nascidas prematuras, esperamos diminuir os riscos futuros de problemas respiratórios graves, incluindo asma”, disse ele. Os pesquisadores estudaram dados sobre cerca de 1,5 milhão de crianças, combinados com 30 estudos de seis continentes. Quatro dos trabalhos de pesquisa eram do Reino Unido.